A aventura começa quando uma menina acende a lâmpada do sótão. De repente, um mundo novo aparece diante dos seus olhos. Todos os utensílios guardados transformam-se em seres completamente diferentes: borboletas, elefantes, lobos… uma floresta inteira! Quando é chamada para o jantar, tem que desligar a lâmpada, fazendo o mundo de sombras desaparecer das páginas. Mas ele continua guardado carinhosamente nas lembranças da menina e do leitor.

Constrói as tuas sombras e enquanto brincas no escuro com a tua lanterna diverte-te a inventar e a contar histórias em família. Vê o que podes fazer, aqui.


Escuta esta história encantadora e ouve os maravilhosos sons da floresta que podes encontrar neste livro cheio de magia.

Faz uma caminhada pela natureza e constrói o teu caderno de campo, aqui.


Os pais de Elvis eram muito pobres. Contudo, no deu décimo aniversário, o pai ofereceu-lhe um presente magnífico. Segurou o filho pelos ombros e disse-lhe: "Meu pequeno, agora tens dez anos, quero dar-te o único objecto a que sou realmente apegado." Elvis abriu então o seu embrulho. Era uma guitarra...

Conhece o Elvis Presley e contrói a tua guitarra, aqui.


No início, há muitas vezes apenas uma igreja com o seu campanário visível ao longe. (...) uma narrativa sobre a evolução de uma paisagem urbanística, desarmante na sua simplicidade...

Queres tornar-te construtor? Ajudamos-te a criar uma povoação. A dimensão és tu que escolhes. Vê as instruções aqui.


O Noma quer construir um comboio. O melhor comboio de sempre! Com a tesoura numa mão e uma caixa de cartão na outra, Noma começa por cortar a chaminé e as rodas do seu comboio. Mas quantas rodas tem um comboio? E quantas carruagens? De quantos lugares?

E se hoje fosses tu o pequeno inventor, fazias um comboio como o Noma? Ou preferias fazer um avião? Vê aqui.


No dia internacional da família recomendamos o livro "A Manta, uma história aos quadradinhos (de tecido)" de Isabel Minhós Martins. Há uma manta de retalhos, uma avó com boa memória e muitos netos de ouvido atento. À noite, ao deitar, não são precisos livros: basta à avó olhar a manta e todas as personagens e enredos que lá moram, para a sessão começar...

Segue as dicas para construires a tua própria manta de histórias, aqui.


Este livro é uma experiência triunfante de leitura numa tentativa de passar a experiência da cegueira. "O vermelho é ácido como o morango e doce como uma melancia, mas dói quando aparece no joelho arranhado."

Queres conhecer o alfabeto em braille? Descobre aqui.


De acordo com a cultura russa, as matrioskas simbolizam a ideia de maternidade, fertilidade, amor e amizade. O fato de uma boneca sair de dentro de outra maior representa o ato do parto, quando a mãe dá à luz a sua filha e, consequentemente, a filha dá à luz a outra criança, e assim sucessivamente.

Vamos criar uma matrioska em formato caixa, onde podes guardar todos os teus segredos. Vê as instruções, aqui.


Depois de uma tempestade, o protagonista acorda e descobre que o pai não está em casa. A mãe pede-lhe para levar um bolo à avó, que está doente. Tal como a Capuchinho Vermelho, terá de optar entre o caminho mais longo e o mais curto para chegar ao seu destino, não sem antes se cruzar com...

E tu? Quem gostarias de encontrar na floresta? Descobre na proposta de atividade, aqui.


Imagina que podes mergulhar entre os galhos das árvores ou nadar em direção ao sol. Imagina que não precisas de asas para subir ao céu... Imagina um dia recriar todos os nossos sonhos com ilustrações impressionantes que nos fazem entrar num novo universo.

Descodifica as imagens que apresentamos na proposta.Vê as instruções aqui.


Todos somos diferentes, mas cada um de nós ocupa um lugar e tem o seu valor. São as nossas diferenças que nos tornam únicos e especiais.

Diverte-te a construir um rosto e surpreende-te com o resultado final! Vê as instruções aqui.


A menina com os olhos ocupados não vê a carrinha dos gelados, os cãezitos com que se cruza na rua, os amigos. Nem sequer vê girafas, golfinhos, piratas, discos-voadores e montanhas-russas. Até que um dia o telemóvel parte-se, ela levanta a cabeça e descobre o mundo que tem estado à sua espera!

Vem descobrir o teu mundo através de conversas com a tua família! Vê o guia de conversação que sugerimos aqui.


"Olha que ao olhar, olhando, encontrei um bicho estranho. Quase parecia um ovo: gordo em cima, em baixo magro.Tinha no alto os dois pés, entre eles, um longo rabo...". Este livro de pequeno formato, onde a rima e o ritmo são fundamentais, segue a fórmula dos chamados "contos sem fim".

Queres construir o teu bicho estranho? Vê as instruções aqui.


Acompanha a pequena ave que nos leva a conhecer a savana de uma forma muito especial. Em cada página, há maravilhosos sons para descobrir!

Há mais animais na savana! Queres construir um? Usa a tua imaginação. Vê as instruções aqui.


As emoções explicadas às crianças através das cores. A personagem principal é um monstro que muda de cor consoante o que está a sentir. Ele não percebe porque muda de cor e a sua amiga, a menina, explica-lhe o que significa estar triste, estar alegre, ter medo, estar calmo e sentir raiva.

E se colocasses as tuas emoções num frasco? Vê as instruções aqui.


Um livro não é só um conjunto de folhas impressas, agrupadas de forma ordenada. Um livro pode guardar muitos mundos. O livro, esse objecto mágico e cativante que tem a capacidade de mudar as nossas vidas, pode, de facto, fazer-nos seguir um caminho diferente do que tínhamos planeado, revelar-nos o que antes desconhecíamos, ou até fazer parar o tempo enquanto nos perdemos em mundos imaginários.

Queres construir o teu livro? Vê as instruções aqui.